Candyman | Resenha

O livro escrito por Clive Barker e publicado no ano de 1987 tem como seu monstro Candyman, personagem icônico do terror eternizado no cinema pela interpretação de Tony Todd nos anos oitenta. A obra trata principalmente do potencial de uma lenda urbana. Barker, além de escritor, é cineasta, roteirista, ator, produtor de cinema e artista plástico, sendo ele, inclusive, o diretor de uma das melhor obras de terror do cinema e da literatura, Hellraiser (1987), obra adaptada do livro do próprio Barker.

Candyman tem um tom de romance policial/sobrenatural, algo na mesma linha de Ultimo Turno (2016) de Stephen King, o que agrega certa veracidade à história da pesquisadora universitária Helen, a qual vai até a Sector Street, palco das histórias sobre Candyman, em vias de fotografar os grafites e pichações feitos no conjunto habitacional decadente para sua monografia. A história adquire um tom policial quando Helen ouve histórias de assassinatos violentos de moradores do conjunto habitacional e decide investigar a veracidade dos fatos, o que irrita algumas pessoas da localidade.

Candyman pela editora Dark
Side

A beleza da obra está nas dúvidas que se formam na mente da protagonista: a falta de provas sobre os assassinatos começa a lhe provocar inquietações sobre o por que dos moradores inventarem tais histórias. O mesmo movimento que Helen faz ao tentar compreender as histórias contadas pelos locais é feito por nós, cidadãos, quando ouvimos histórias bizarras sobre cidades mal assombradas ou entidades que habitam cemitérios ou mausoléus, as quais nunca são vistas diretamente por nossos interlocutores, todos apenas “ouviram falar” de tais atrocidades, mas nunca chegamos a fonte. 

Barker vai a raiz do que forma e fortifica uma lenda urbana, de onde ela surge, como surge e quem a mantém viva através dos tempos e até mesmo porque ela se mantém viva em meio aos céticos e falta de provas concretas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s